Saiba mais

UOL EdTech adquire startup Skore - Plataforma LXP

Blog

Como sobreviver à enxurrada de conteúdo? - UOL EdTech

content

O isolamento social necessário para diminuir a curva de contágio do novo coronavírus trouxe também uma explosão de conteúdos para ajudar a atravessar a crise. E, embora haja muita coisa legal rolando de graça, o excesso de informação muitas vezes causa ansiedade e faz com que seja ainda mais difícil encarar o dia e aproveitar as melhores oportunidades para o seu perfil.

 

Comece organizando a sua rotina

 

Lembra como era a sua vida quando não existia quarentena? Boa parte do que existia no seu dia a dia era a rotina. Desde a hora de acordar, as refeições, o transporte e tudo o mais. Uma boa forma de começar a se entender desse processo de isolamento social é ter uma rotina clara. A falta de rotina é um dos principais causadores de ansiedade.


Algumas semanas já se passaram desde que a maior parte das cidades e estados brasileiros entraram em quarentena, então algumas coisas já devem ter entrado no lugar. Se você trabalha, alguns elementos da rotina de trabalho já entraram no lugar. Se o home office ainda não está 100%, não tem problema.


Como a Maria Augusta Orofino explicou no nosso curso gratuito sobre home office, é importante que você tenha um espaço dedicado para algumas horas de trabalho. A mesma coisa vale para quem estuda.

Outra dica muito importante de rotina é ter um horário exclusivo para ver notícias e redes sociais. Embora todos nós estejamos em busca de informação sobre a pandemia, ficar o tempo todo acompanhando as notícias pode causar ainda mais ansiedade e mal estar. E nas redes sociais, temos a mania de comparar as nossas vidas com as de nossos amigos, conhecidos e ídolos, ignorando que a rede social é só um recorte da vida real.


Delimite seus interesses


Principalmente com a explosão de cursos EAD gratuitos que rolou nas primeiras semanas de quarentena, a oportunidade de tirar projetos do papel, aprender uma habilidade ou língua novas, meditar, praticar yoga e cozinhar foi o principal gatilho para muitas pessoas. E, mais uma vez, as redes sociais entram como vilãs no processo, ao invés de aliadas. Você não precisa fazer tudo. E, principalmente, você não precisa fazer só porque as outras pessoas estão fazendo.

Até para que você efetivamente se comprometa com um curso ou prática, é importante colocá-lo como prioridade na sua lista de interesses. Por exemplo: se você sempre quis incluir uma rotina de exercícios físicos e a vida pré-quarentena tinha muitas variáveis que te impediam, aproveite esse momento para encontrar exercícios que são possíveis de fazer em casa, com pouco (ou nenhum) equipamento e busque por técnicas ideais para a sua aptidão física. O yoga, que é o exercício do momento, exige pouco espaço, um tapetinho, tatame ou colchão no chão e uma roupa maleável e que não te incomode. Mas aqui fica a dica de ouro comece pelo seu nível de exercício. Experimente o nível básico e vá aumentando, ao invés de começar pelo nível avançado e desistir.

Essa regra também vale para outras áreas de conhecimento. Faça uma lista com os cursos que você quer fazer e priorize em ordem de interesse, conhecimento prévio sobre o tema, dedicação necessária e ganhos. Assim fica mais fácil encaixar esses cursos na sua rotina e concluí-los.


Conecte-se com o seu agora


Existe uma técnica de meditação chamada mindfulness. Essa técnica se resume em parar um momento – pode ser até um minuto – e se concentrar apenas na sua respiração. A prática desta técnica reduz o estresse e faz com que você consiga, passado o momento delimitado por você, tomar decisões de ordem prática de maneira mais eficiente.

A dica, então, é: percebeu que está tudo muito bagunçado, caixa de e-mails cheia de mensagem com prioridade alta, Whatsapp bombando, uma live/webinar após a outra? Ao invés de desesperar, pare e respire por, pelo menos, 1 minuto. Se concentre exclusivamente na sua respiração nesse momento. Feito isso, tome uma decisão acerca do que merece sua atenção naquele momento e só foque em outra coisa quando tiver concluído a tarefa escolhida. Fica mais fácil seguir assim.


Seja gentil com você mesm@


A pressão para ser produtivo, praticar esportes, fazer call com toda a família e amigos, estudar, cozinhar, ter a casa impecavelmente limpa e tudo o mais vem muito mais da sua expectativa em relação ao que você quer mostrar do que efetivamente das suas necessidades. Então avalie o que é que você efetivamente precisa nesse momento e descarte tudo o que é excesso para ser parte de um bando nas redes sociais.

E tudo bem se você não consegue fazer todas as coisas. Você sempre vai dar um jeito de fazer o que é mais importante. O segredo é não se martirizar pelo que não é prioridade sua.


Assine boas newsletters

 

Veículos de notícias, marcas que são interessantes para você ou para o seu negócio, artistas e até algumas redes sociais têm newsletters bem bacanas. E é bem mais fácil ler um e-mail que vai te mostrar os links mais interessantes da semana, do que procurar por esse conteúdo sozinh@. Se quiser assinar à nossa newsletter, leve o mouse perto do botão de fechar a página que o pop-up aparece.


A pandemia do COVID-19 está criando desafios para todos neste momento. Com a missão de auxiliar empresas e profissionais a atravessar esse momento, o UOL EdTech está produzindo uma série de conteúdos, webinars e cursos. Confira a coleção gratuita de home office, o pacote de cursos para desenvolver competências necessárias para atravessar crises e assine a nossa newsletter para receber a agenda de webinars e as novidades do UOL EdTech.


Laís Alves
é Community Manager no UOL EdTech.