Saiba mais

UOL EdTech adquire Qulture.Rocks

Blog

O que é cashback e por que empresas devem utilizá-lo?

content

Como a tradução do nome já indica, cashback significa “dinheiro de volta”, sendo muito utilizado como uma estratégia de marketing para fidelizar clientes a partir da devolução de uma parte do dinheiro gasto na compra de alguma mercadoria ou serviço. 

 

Com o uso desse recurso, tanto o consumidor como a empresa têm acesso a diversas vantagens, como o aumento do seu lucro e da taxa de recompra futura por parte dos clientes, uma vez que serve como uma motivação para a aquisição de algo que já desejava.

Cashback: do que se trata?

Com o crescimento do mundo digital e a facilidade em fazer compras online, as empresas se viram obrigadas a encontrar diferenciais para atrair e fidelizar clientes, o que possibilitou o surgimento do recurso de cashback

 

Seu principal foco é fazer com que os consumidores acumulem um tipo de crédito gerado com a compra de determinados produtos ou serviços, tendo a possibilidade futura de resgatar de volta o valor, seja na forma de dinheiro ou de crédito para novas compras. 

 

Ou seja, é importante destacar a existência de mais de um tipo de cashback, um em que o dinheiro cai diretamente na conta bancária do comprador, e outro em que há o armazenamento do dinheiro em uma forma de carteira digital, que será abatida no futuro. 

 

Deste modo, uma empresa de higienização de sofás pode fornecer ao cliente uma porcentagem do valor gasto com o serviço para desconto durante a aquisição da manutenção do mesmo serviço, estimulando-o a comprar novamente. 

 

Uma última forma desse recurso que não é tão conhecida e mais utilizada por marcas que desejam mostrar seu valor social é o cashback social, em que os destinos de parte dos gastos são instituições de caridade ao invés de devolver para o próprio comprador. 

 

Nesse caso, existem empresas que possibilitam a escolha de qual órgão se deseja ajudar, de acordo com os seus recebedores, e a transferência ocorre de forma direta. 

 

Deve-se destacar que o valor devolvido ao consumidor ou que entra nas condições de cashback pode, e muitas das vezes não é, não ser integral. Entretanto, existem exceções que variam de acordo com a empresa de uniforme feminino social

 

Usualmente, esse valor é calculado de acordo com uma porcentagem, mas é preciso ter sempre em mente que é algo que varia em conformidade com as regras de cada organização que adota essa vantagem.

 

Dessa maneira, o cashback serve como um meio de incentivar a compra e a recompra, uma vez que, além de receber o produto ou serviço desejado, o cliente ainda receberá parte do seu dinheiro de volta, o que diminui o preço em si da mercadoria. 

 

Por exemplo, se um cliente comprar uma coifa de cozinha industrial por determinado valor e a marca escolhida possui 50% de cashback, significa que ele pagará apenas metade pelo produto, o que explicita ao cliente a oportunidade de gastar menos, como um desconto. 

Como e por que as empresas devem aderir ao cashback

Para as marcas, o processo de adoção da estratégia do cashback pode ser um pouco mais complexo, uma vez que engloba diversas variáveis e depende da realização de outras ações para ser colocado em prática. 

 

Isto é, antes de tudo, a organização precisa buscar por uma empresa capaz de ser a intermediadora das transações e depois pagar para ter um anúncio no seu site ou aplicativo, divulgando, especialmente, as vantagens para os consumidores.

 

Para isso, torna-se essencial realizar uma pesquisa aprofundada sobre as empresas capazes de fazerem a intermediação, pois elas precisam ser confiáveis, seguras e eficientes, já que o tópico tratado é referente ao dinheiro do cliente e delas. 

 

Em termos de mais planejamento, é essencial que, antes de implementar de fato a estratégia, seja definido um objetivo principal e um prazo para o resgate do cashback, pois isso facilitará a sua criação e eficiência. 

 

Logo, se uma empresa de manutenção de bomba piscina deseja implementar o cashback, ela deve analisar sua situação e definir que deseja incentivar a manutenção dos clientes e a sua compra consecutiva durante os próximos meses. 

 

Assim, ela saberá quais ações tomar e o que precisa para que elas sejam realizadas sem nenhum problema, certificando-se que, o que foi implementado, será capaz de garantir o retorno esperado. 

 

Além disso, é imprescindível que ela consiga compreender se a estratégia será algo benéfico para si ou não, uma vez que o prejuízo pode ser algo muito pior para o seu desenvolvimento. 

 

Sendo assim, é preciso estar atento quanto ao valor e à porcentagem de cashback que serão oferecidos, para que a margem de lucro não seja comprometida. Isso pode ser feito a partir de uma análise dos resultados anteriores e da compreensão da estratégia em geral.

 

Portanto, um exemplo, se uma clínica para fazer exame demissional percebe que o seu lucro está baixo nos últimos meses, ela pode iniciar implementando um cashback menor e, conforme for alcançando os resultados, aumentá-lo de acordo com a proporção. 

 

É preciso ter em mente que não há importância se o valor é muito baixo, visto que é fundamental que a estratégia seja aplicada de acordo com a realidade de cada um, sem afetar a empresa, afinal ela serve como benefício. 

 

Nesse contexto, surgem dúvidas do porquê as companhias devem adotar o recurso do cashback, se parte do dinheiro que ela ganha volta para o consumidor. Contudo, é um mito que elas perdem dinheiro ao realizar essa ação. 

 

Isso porque a aplicação dessa estratégia é capaz de impulsionar significativamente a visibilidade de um negócio que anuncia em grandes plataformas que oferecem esse serviço, o que aumenta o seu alcance. 

 

Consequentemente, a empresa consegue aumentar o número de oportunidades de negócio, aumentando a sua conversão de usuários e a transformação em futuros clientes, o que acaba aumentando o seu lucro.

 

Isto é, quando uma loja que vende guardanapo personalizado papel coloca em um grande aplicativo informações sobre o seu serviço, ela consegue levar o seu produto para um público que antes não a conhecia, possibilitando alcançar mais pessoas e mais lucro.

 

Desse modo, a combinação entre um atendimento de qualidade, visão de valor no serviço ou produto e o adicional de receber parte do dinheiro de volta, é estabelecido um vínculo de fidelidade com a empresa da qual comprou.

 

Além disso, o comprador fica tentado a comprar novamente no futuro, pelo fato de ter ganhado um desconto ou parte do seu dinheiro de volta, podendo utilizá-lo para comprar novamente. 

 

Portanto, analisando o plano geral, ao utilizar o cashback a longo prazo, empresas como as de serviço de limpeza de estofados são capazes de alcançar muito mais lucros do que prejuízos com a devolução de parte do orçamento de suas vendas.

 

No entanto, é necessário ressaltar mais uma vez que o cenário de cashback e sua proporção devem ser definidos de acordo com a realidade de cada organização, sem precisar ser algo completamente chamativo. 

Sobre o resgate do cashback

Na visão do consumidor, os passos para resgatar o cashback prometido variam conforme cada empresa e suas condições para tal processo, não existindo um padrão exclusivo de ações. 

 

Sendo assim, o cliente deve ler as condições do processo antes de realizar a compra, tanto para evitar a sensação de ser enganado, quanto para evitar o problema de não saber quais os passos para resgatar o benefício. 

 

Quando o retorno financeiro é direto na conta bancária, o saldo ficará disponível na conta que foi cadastrada na criação de um perfil no site, podendo ter esse valor sacado, colocado na carteira e utilizado normalmente. 

 

Já para crédito no site, o valor estabelecido permanece guardado no site e no perfil criado, ficando como uma moeda digital e podendo ser utilizado de acordo com as situações pré-estabelecidas pela empresa, como compras de certos serviços. 

 

Por exemplo, ao contratar os serviços para tirar uma cnh especial pcd, o indivíduo tem direito a utilizar metade do valor pago nas aulas práticas ou no reforço das teóricas. Contudo, essas especificações estarão presentes antes da contratação, devendo ser lidas. 

Quais as vantagens provenientes do cashback?

Até aqui, você já entendeu que, ao aderir ao cashback, uma marca é capaz de atrair novos clientes e fidelizar os que já possui, o que consequentemente leva a uma maior vantagem competitiva.

 

Além disso, alguns dos benefícios do cashback para as empresas são:

 

  • Aumento da taxa de recompra;
  • Manutenção de clientes;
  • Maior visibilidade do negócio;
  • Chance de se destacar da concorrência.

 

Portanto, ao implementar este recurso, a companhia se torna muito mais suscetível a um maior desenvolvimento, além de conseguir crescer suas vendas no médio e longo prazo. 

Conclusão

O cashback surgiu como um recurso muito eficaz para as organizações conseguirem se desenvolver a partir da devolução de parte do valor gasto pelo consumidor, o que é um ótimo atrativo para clientes.

 

Isso significa que é essencial conhecer a ferramenta mais a fundo para possibilitar uma aplicação e uso da forma correta,bem como garantir todos os resultados e benefícios desejados.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.