Saiba mais

UOL EdTech adquire Qulture.Rocks

Blog

Liderança como ferramenta de engajamento - UOL EdTech

content

Engajamento. A palavra do momento no mundo corporativo tem definições extremamente amplas. Por exemplo: contrato para prestação de serviços; aliciamento de adeptos para uma causa; empenho na tomada livre de decisão; ou recrutamento. Durante muito tempo, ao falar de comportamento digital, creditávamos ao engajamento qualquer ação que o usuário tivesse com um conteúdo. Essa crença, porém, foi derrubada no momento em que compreendemos que engajamento envolve reciprocidade. Em outras palavras: engajar é mais que tomar uma ação; é difundir um propósito.

 

E é aí que entra a liderança. Nas estruturas corporativas, entendemos que liderança são os cargos de gestão. Porém, coforme falamos nos posts sobre gestão de singularidade e ownership, liderança é um conjunto de habilidades como persuasão, visão estratégica, influência e capacidade gestão de recursos. Essas também são as habilidades necessárias para engajar uma equipe.

 

Como usar a liderança como ferramenta de engajamento?

 

As mudanças de mindset trazidas pelas inovações sociais e pela transformação digital deixam claro que as pessoas na força de trabalho hoje encontram motivação para entrar – e permancer – numa companhia por conta do alinhamento de valores, propósito, bem estar e protagonismo que elas têm com a empresa. Isso também é engajamento.

 

O papel da liderança neste processo, então, é de respaldar os principais atores desse engajamento: quem é a pessoa que sempre tem uma nova ideia, que muitas vezes pode parecer ousada e que pode falhar ou ter um resultado explendido? Quem é responsável por garantir o bem-estar de todos? Quem celebra tanto os resultados quanto os aprendizados quando uma tarefa é concluída? Quem transforma queixas em oportunidades? Todas essas ações de liderança são excelentes maneiras de engajar equipes.

 

O que engajamento realmente significa no mundo corporativo?

 

Engajamento pode significar algumas coisas: a melhora de uma indicadores; uma cultura bem estabelecida e que garante o bem estar de todos; a redução de custos; ou o aumento de produtividade.

Equipes engajadas possuem múltiplas lideranças – cada pessoa assume responsabilidades sobre o que faz de melhor e trabalha para garantir uma entrega que represente essas forças individuais. De forma simples, engajamento no mundo corporativo é motivação, envolvimento e protagonismo dos players individuais.

 

Engajamento é o sétimo e último tema da série de artigos sobre Liderança que o UOL EdTech está realizando no mês de fevereiro. O tema também faz parte do catálogo Sapiência – Leading the Change.